Leitura infantil: a sua importância

A propósito do Dia Mundial da Criança, a celebrar já na próxima quinta-feira, a FAIRE deixa um alerta para a importância da leitura infantil.

O desenvolvimento cognitivo durante a fase de crescimento depende de inúmeros fatores, entre os quais da leitura assídua e compenetrada. Enquanto não é possível que a leitura seja autónoma, ouvir histórias ajuda igualmente no desenvolvimento de qualquer criança.

Um bom livro permite-nos viajar, percorrer e criar novos mundos ao sabor da nossa imaginação. Assim, compreender, desde logo, o prazer da leitura e a importância dos livros como fonte de conhecimento é um contributo essencial para um melhor entendimento da condição do mundo.

Desbravar no campo da criatividade é possível, já que um bom livro tem essa capacidade. Mas, ao mesmo tempo, a leitura tem a capacidade de moldar expectativas, de definir metas e ajudar a alcançá-las. Não é por acaso que as fábulas são um dos géneros textuais mais trabalhados em sala de aula – a reflexão moral implícita permite a compreensão das atitudes humanas, e tem muitas vezes o efeito de correção das mesmas junto dos seus pequenos leitores.

Mas qualquer livro tem efeitos no crescimento e no desenvolvimento dos mais pequenos, nomeadamente ao nível da expressão oral e escrita, da criação de redes mentais de ideias e na postura autocrítica e reflexiva – todo o universo intelectual se expande.

Contudo, esta prática não está ainda enraizada na nossa sociedade, e esse trabalho começa junto dos adultos – um bom exemplo é sempre uma excelente forma de incutir os mesmos hábitos. Além do fator contágio, é ainda necessário estimular a leitura através da ida frequente a livrarias e bibliotecas, no fundo tornar o contacto com a leitura algo natural, até se tornar numa rotina.

No dia 1 de junho contribuam para fomentação desse hábito e ofereçam livros aos vossos filhos, sobrinhos, netos, amigos. Os livros têm de deixar de não ser consideradas prendas válidas em qualquer altura do ano, e esse processo deve começar junto dos mais pequenos.

 Newsletter