Alexander Search: o rock-eletrónico que junta Salvador Sobral e a poesia de Fernando Pessoa

Fernando Pessoa foi o homem que foi vários e dentro desta variedade subsistiu Alexander Search, enquanto o poeta era ainda estudante e vivia em África do Sul. Uma das mais distintas características da poesia de Alexander é a língua inglesa da sua obra, e foi esta particularidade que cativou Júlio Resende. As palavras por si lidas suscitaram no músico a vontade de formar uma banda de rock com as letras do heterónimo como tecido de fundo.

O compositor embarcou nesta viagem musical e iniciou há dois anos a composição dos temas. Depois, juntou-se Salvador Sobral com a voz, Joel Silva com a bateria, Daniel Neto com a guitarra e André Nascimento com a componente eletrónica. Estavam então reunidas as cláusulas para a criação de algo mágico, a banda Alexander Search.

Durante este primeiro álbum é possível viajar por um cosmos recheado de indie-pop, electrónica e rock. A mescla entre a doçura e a suavidade da voz de Sobral e a carga e os cortes dos sintetizadores e das guitarradas conduzem a uma sinergia confortável que faz jus à qualidade dos artistas que a banda integra.

Mas em Alexander Search não é só a sonoridade que é peculiar. Todos os elementos da banda perdem as suas atuais identidades e substituem-nas por novas personalidades que representam heterónimos ingleses de Fernando Pessoa.  Assim sendo, a banda é composta por Benjamim Cymbra na voz, Augustus Search nas teclas e na composição, Mr. Tagus na bateria, Sgt. William Byng na eletrónica e Marvel K. na guitarra.

O álbum já saiu e já o podes ouvir na íntegra no Spotify. “A Day of Sun” foi o single escolhido pela banda e é uma canção deslumbrante que já anda a mexer com os ouvidos dos portugueses. O primeiro concerto dos Alexander Search está aí a chegar e terá lugar no Palco EDP do Super Bock Super Rock, no dia 13 de Julho.

Por Tiago Gonçalo

 Newsletter