Treinar: qual a melhor hora?

Será que existe um horário melhor que outros para treinar? Ao que parece sim, uma vez que o corpo responde de forma diferente em diferentes momentos do dia.

O horário que escolhe para treinar poderá ditar o sucesso e os resultados que irá obter do treino. Isto, porque os níveis hormonais variam e estes são fundamentais no controle do ganho de massa muscular.

Treinar de manhã parece ser uma alternativa para quem chega cansado do trabalho e sabe que durante a tarde vai acabar por não se disponibilizar. Contudo, está provado que de manhã, apesar de podermos ter mais energia, temos menos força e resistência devido à baixa produção de testosterona.

Assim, a ciência revela que o treino à tarde é mais benéfico e produtivo. É por volta das 17 horas que o nosso corpo atinge temperaturas mais altas, o que poderá diminuir não só o risco de lesão como o risco de pressão arterial. A resistência e a flexibilidade são igualmente fatores mais presentes durante o treino da tarde, do que durante o treino matinal.

Já o treino noturno, é totalmente desaconselhado. Este pode provocar stresse e, consecutivamente, alterar a qualidade do sono.

Por vezes tentamos adaptar o nosso relógio biológico ao nosso quotidiano, o que nem sempre se torna vantajoso. Na impossibilidade de treinar à tarde ou ao final da tarde, treinar de manhã, tomando as devidas precauções, é sempre mais vantajoso do que não praticar atividade física. Mas, lembre-se, sempre que possa, treine da parte da tarde – quem o diz são os estudos realizados por investigadores da área do rendimento desportivo.

 Newsletter