O Processo, filme que acompanhou o impeachmentde Dilma, estreia no IndieLisboa

São duas horas de filmagens, votações e sessões que acompanham, de forma próxima, o mediático processo que levou ao afastamento de Dilma dos comandos do Senado brasileiro. Recebido com aplauso em Berlim, o longa duração de Maria Augusta Ramos, retrata a estratégia construída pela equipa de defesa da ex-chefe do estado brasileira. Sem narração ou entrevistas, o filme assume-se como um documento histórico que percorre as conversas de bastidores, os encontros políticos e a polarização da opinião pública em torno da destituição da primeira mulher presidente do Brasil.

A estreia de O Processo acontecerá no IndieLisboa que, entre o final de Abril e início de Maio, e contará com a presença da realizadora que, a par de apresentar o filme, participará numa conversa em torno das relações entre o cinema, a política e a liberdade. Sob o tema, Por um cinema que dá mais força à Liberdade, João Salaviza, Marco Martins, Maria Augusta Ramos, Rüdiger Suchsland falarão sobre as diferentes formas de representação da política no cinema e como este pode levantar questões e abordar injustiças sociais e turbulências políticas. Dia 3 Maio, pelas 17h00, na Biblioteca Palácio Galveias.

Promovendo um olhar crítico e a ligação do cinema com o mundo envolvente, a selecção de filmes do festival lisboeta integrará outros títulos que tocam os arquivos históricos da política mundial. Da análise das responsabilidade históricas da Roménia no Holocausto de Tara Moarta, à história, ainda não pacificada, das perseguições nazis de Four Parts of a Folding Screen, passando pela análise das técnicas propagandistas do cinema do Terceiro Reich de Hitler’s HollywoodNa ponte com a actualidade, o retrato da única prisão aberta de França de La Liberté e as histórias da sempre polémica Area 51, na curta homónima de Annabelle Amoros, e da revolta da prisão de Attica em 1971, de Evidence of the Evidence. Destaque ainda para o documentário, Il Risoluto uma das obras no concurso internacional de longas metragens do evento, que filma um testemunho na primeira pessoa sobre a acção da Decima MAS, uma das mais violentas milícias do fascismo italiano.

1 de Maio, 18h30, Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira

6 de Maio, 19h00, Cinema São Jorge, Sala Manoel de Oliveira

Tara Moarta

1 de Maio, 17h00, Cinema São Jorge, Sala 3

6 de Maio, 18h00, Cinema Ideal

Four Parts of a Folding Screen

27 de Abril, 18h45, Cinema São Jorge, Sala 3

6 de Maio, 17h00, Cinema São Jorge, Sala 3

Hitler’s Hollywood

5 de Maio, 15h30, Cinemateca Portuguesa, Félix Ribeiro

La Liberté 

27 de Abril, 18h30, Pequeno Auditório da Culturgest

6 de Maio, 14h30, Pequeno Auditório da Culturgest

Area 51, Nevada, USA

3 de Maio,21h45, Pequeno Auditório da Culturgest

5 de Maio, 16h30, Pequeno Auditório da Culturgest

Evidence of the Evidence

3 de Maio,21h45, Pequeno Auditório da Culturgest

5 de Maio, 16h30, Pequeno Auditório da Culturgest

Il Risoluto

28 de Abril,18h45, Pequeno Auditório da Culturgest

1 de Maio, 14h30, Pequeno Auditório da Culturgest

 Newsletter