Ela cozinha na Caketerie – Arroz de Tomate caseiro

Pois é, desde a semana passada que tenho pedidos para publicar a receita do Arroz de tomate caseiro. Esta especialidade bem portuguesa é um dos meus pratos preferidos. Então sem mais delongas, siga para a receita!

O que precisamos?

  • 1 cebola pequena
  • 2 tomates médios “Coração de Boi” muito maduros
  • Azeite q.b.
  • 350g de arroz Carolino (2 copinhos)
  • 1lt de água quente (5 copinhos)
  • 1 cubo de caldo de arroz ou galinha
  • Sal e pimenta q.b.
  • 1 Raminho de salsa

Como fazemos?

– Esta receita começa pela escolha dos ingredientes, pois eles é que são os reis desta festa! Desde o tipo de tomate (coração de boi) à frescura da salsa e sem nunca esquecer o nosso arroz Carolino!

– Depois de selecionados os ingredientes, faz-se a “Mise en Place” (estrangeirismo que significa nada mais do que o ato de preparar os ingredientes e suas quantidades e modo de utilização, que neste caso é o picar da cebola e do tomate).

– Agora é fazer a festa no tacho! Refoga-se a cebola ligeiramente (vidrar) em azeite, coloca-se depois o tomate e deixa-se reduzir até que este se desfaça quase na totalidade. Tempera-se e enquanto apura, faz-se o caldo com a água e o cubo de caldo de arroz ou galinha numa panela à parte.

– Chega a hora do arroz, a importância de ser Carolino, deve-se ao facto deste tipo de arroz soltar uma goma durante a sua cozedura que torna o caldo cremoso e mais delicioso. Atenção, o arroz não se lava, porque perde esta preciosa goma!

– Coloca-se o arroz seco no refogado de tomate, tempera-se com sal e pimenta q.b. e deixa-se cozinhar por uns minutos para que o arroz absorva todos os sabores do refogado e os sele.

– Depois junta-se o caldo e toca a mexer até soltar o arroz e tapa-se para cozer, 15 a 20 minutos (tem que estar cozido, mas “al dente”).

– Já com o lume desligado coloca-se o raminho de salsa, envolve-se e serve-se!

A minha sugestão de acompanhamento são as deliciosas pataniscas da receita passada.

“Bon Appetit”

 Newsletter